ichroma Cardiac Triple

Marca Boditech
Nº Registro ANVISA 10350840401
Finalidade O ichromaTM Cardiac Triple é um imunoensaio de fluorescência (FIA) para a determinação quantitativa de Troponina Cardíaca I (Tn-I), Creatina Quinase (CK-MB) e Mioglobina em amostras de sangue total/soro/plasma humano. Esse teste é útil como auxílio na condução e no monitoramento do infarto agudo do miocárdio (IAM) e da síndrome coronariana aguda (SCA).
Metodologia Imunoensaio de Fluorescência (FIA)
Informação Técnica As troponinas cardíacas são atualmente os marcadores bioquímicos mais sensíveis e específicos da necrose miocárdica. Existem três tipos de troponina nas fibras musculares do coração: troponina-C, troponina- I, e troponina-T. Juntas, elas contribuem para a contração muscular das fibras cardíacas. A medição clínica dos níveis de Tn-I no soro é uma ferramenta importante no diagnóstico do infarto agudo do miocárdio. A medição de Tn-I no soro é mais confiável do que de CK-MB como marcador para o prognóstico em pessoas com dor isquêmica no peito. Organizações científicas nacionais e internacionais sugerem o uso das troponinas, Tn-I e Tn-T, na implementação das novas estratégias de diagnóstico de pacientes com síndrome aguda coronariana.

A Creatina Quinase (CK), também conhecida como Creatina Fosfoquinase ou Fosfocreatina Quinase, é uma enzima expressa por vários tecidos e tipos celulares. O rompimento da membrana celular por hipóxia ou por outros danos libera CK do citosol celular para a circulação sistêmica. CK é uma enzima dimérica que consiste em duas subunidades, podendo ser B- (tipo cerebral) ou M- (tipo muscular). Essas subunidades associadas formam três isoenzimas: CK-BB, CK-MM e CK-MB. Essas isoenzimas são expressas em diferentes níveis nos tecidos humanos. Apesar da CK-MM ser a mais abundante isoenzima CK presente no músculo cardíaco, a CK-MB constitui cerca de 20% do total de CK do tecido muscular cardíaco. Níveis elevados do total de CK não é específico do tecido do miocárdio e pode ser observado em pacientes com danos do músculo esquelético ou com outras desordens, mas como a CK-MB é mais específica do tecido do miocárdio, os níveis de CK-MB em conjunto com a CK total pode ser considerado como um indicador importante do diagnóstico do infarto do miocárdio.

A Mioglobina é uma proteína ligadora de ferro e de oxigênio encontrada tanto no músculo esquelético quanto no músculo miocárdico. Ela atua como uma proteína transportadora e está envolvida na difusão do oxigênio no tecido muscular. A Mioglobina é uma proteína globular de cadeia única de 154 aminoácidos. É composta por um grupo Heme contendo um ferro central que está incluso em um arranjo semelhante a um feixe compacto ou a um prisma formado por oito α-hélices1,2. É uma proteína citoplasmática de baixo peso molecular (17,699 Daltons), e é liberada no soro mais rapidamente em comparação com os outros marcadores cardíacos a partir do dano das células do miocárdio. A concentração de Mioglobina no soro atinge valores maiores do que o nível normal dentro de 1 hora após o infarto agudo do miocárdio (IAM), chegando ao pico em aproximadamente 4 a 8 horas após o início e se normaliza logo após. Assim, a Mioglobina é mais adequada como um marcador cardíaco para o diagnóstico precoce do IAM.

Por essas importantes razões, o triplo cardíaco Tn-I, CK-MB e Mioglobina pode ser uma ferramenta simples e útil para o diagnóstico do IAM e da SCA.
Apresentação 25 testes embalados individualmente.
ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO, VERIFIQUE O NÚMERO DA INSTRUÇÃO DE USO E A VERSÃO CORRESPONDENTE NA EMBALAGEM DO MESMO.

 

Para obter as instruções de uso em formato impresso, sem custo adicional, contatar o serviço de atendimento ao consumidor: SAC (21) 3907-2534 / sac@kovalent.com.br

As instruções de uso estão no formato ADOBE ACROBAT. As orientações para baixar gratuitamente o programa estão disponíveis no link a seguir:

As INSTRUÇÕES DE USO estão no formato ADOBE ACROBAT. As orientações para baixar gratuitamente o programa estão disponíveis no link a seguir: